A bodega Zuccardi, no Valle de Uco, fica no distrito de La Consulta, a cerca de 100km da cidade de Mendoza. Mais especificamente falando, ela está localizada dentro da zona demarcada pela Indicação Geográfica de Paraje Altamira, uma região para se ficar de olho, pois é lar de alguns dos grandes vinhos da Argentina na atualidade.

A entrada da bodega Zuccardi, no Valle de Uco

A construção, que começou em 2013 e foi finalizada em 2016, é uma homenagem solene à natureza que a cerca e à cordilheira que lhe serve de moldura. Seu prédio, esculpido em pedra, vidro e concreto, é moderno e imponente, mas ao mesmo tempo muito sutil, quase camuflado com o horizonte. Ele possui linhas simples que seguem o formato das montanhas e é rodeado por um paisagismo inspirador, que celebra e respeita a flora local. É difícil não se apaixonar ainda do lado de fora.

A Bodega Zuccardi e a cordilheira ao fundo, ainda que encoberta pelas nuvens de um dos poucos dias de chuva do ano.

O prédio de tirar o fôlego da Bodega Zuccardi

Seguindo os mesmos princípios e a mesma filosofia, os vinhos da Zuccardi não expressam apenas as características da uva ou da forma de vinificação, mas, principalmente, a identidade do solo onde a fruta é plantada. E que solo! Alguns recortes no chão ajudam os visitantes a entender a variação que existe por ali.

Recorte no solo ajuda o visitante a entender a variação de solo que cerca a Bodega Zuccardi.

Em cerca de 3 metros de distância, solos completamente distintos dão aos vinhos características muito diferentes. Cada pequeno pedaço dos vinhedos é milimetricamente estudado, catalogado e trabalhado para que se possa extrair o que de melhor a natureza tem a oferecer. É um quebra-cabeças natural! ⠀⠀

Menos de 3m de distância do recorte da foto anterior, um solo pedregoso e denso dá características completamente diferentes ao vinho.

Dentro da bodega, a arquitetura impressiona ainda mais com suas formas angulares, linhas fortes e iluminação etérea. É quase poético.

Poesia até nas paredes na Bodega Zuccardi.

A passarela que nos leva até a sala de tanques da Bodega Zuccardi.

Na sala de tanques não se vê inox ou madeira, apenas cimento. Para onde quer que se olhe, um corredor sem fim de tanques de cimento descansam imponentes esperando chegada da nova safra.

Sala de tanques da Bodega Zuccardi.

Do lado esquerdo, tanques de cimento em formato de ovo, e do lado direito, os tanques criados e patenteados pela Zuccardi.

De lá, se alcança a sala de barricas, que também abriga um ambiente de vidro onde os visitantes degustam os vinhos já engarrafados, enquanto observam os que ainda estão descansando em carvalho.

Sala de degustação com vista para a sala de barricas na Bodega Zuccardi.

Tito Zuccardi 2014, um corte sensacional de Malbec, Cabernet Sauvignon e Ancellotta

Emma Zuccardi Bonarda 2014, um bonarda fora da curva, super elegante e estruturado

Zuccardi Cuvée Especial Blanc des Blancs

Quando já se está quase esquecendo a enorme cordilheira que está do lado de fora, se chega a uma cave circular, que guarda preciosas garrafas vigiadas pela pedra imensa que fica ali no meio e faz parte daquelas terras desde sabe-se lá quando. Milênios, provavelmente.

A cave circular da Bodega Zuccardi, vigiada por uma enorme pedra.

Para completar a experiência, só nos resta almoçar e o restaurante Piedra Infinita, dentro da bodega, é paraíso dos glutões. Ele encanta pela simplicidade e harmonia de seu ambiente, e apaixona pela refeição delicadamente pensada, que utiliza ingredientes locais, trabalhados de forma tão carinhosa, que alimenta os olhos, o estômago e a alma.

O almoço no restaurante Piedra Infinita fecha com chave de ouro a visita à Bodega Zuccardi

A decoração minimalista do restaurante Piedra Infinita, na Bodega Zuccardi, parece ter saído do Pinterest de tão bonita.

O almoço, baseado em ingredientes locais, plantados na horta do restaurante, começa com pães caseiros variados, antipasti de berinjela e quatro azeites deliciosos que também são produzidos pela Família Zuccardi. Aliás, eles são uma ótima dica de presente, já que você provavelmente vai querer ocupar espaço na mala dedicado aos vinhos com preciosidades só para você.

Até mesmo os azeites de oliva servidos no almoço são produzidos pela Zuccardi.

Com a primeira entrada, bateu aquela vontade de dedicar mais tempo a uma horta caseira: berinjela assada, carne de coelho desfiada e folhas crocantes, sutilmente temperadas com azeite de oliva, sal e pimenta. O prato foi harmonizado (ou maridado, como se diz em espanhol), com o vinho Zuccardi Q Chardonnay 2015, de Tupungato, Valle de Uco. Casamento perfeito!

A primeira entrada do almoço na Bodega Zuccardi Valle de Uco.

A segunda entrada chegou de mansinho e se tornou uma das estrelas do dia: pão tostado, coberto por folhas de couve crocantes, levemente fritas, ovo pochê, nozes e uvas passas, temperados com uma deliciosa emulsão de azeite de oliva e limão. Olhando e lendo assim, não parece nada demais, né? Mas isso é só até você quebrar a gema do ovo e sentir a diferença que ingredientes orgânicos fazem em um prato. Tudo tinha um sabor especial, uma textura diferente. Se pão com ovo já é uma delícia, esta entrada entrou para o hall dos pratos que gostaríamos de comer todos os dias. Magnífico.

O prato foi harmonizado com o vinho Zuccardi Polígonos San Pablo Cabernet Franc 2016, de videiras plantadas a 1400m acima do nível do mar. A palavra é cafona, mas o sentimento é real: sublime! Já demos este conselho incansavelmente pelo Instagram e vamos repetir aqui: não se restrinjam aos Malbec, principalmente na região de Valle de Uco. Cabernets e Chardonnays desta região são magníficos!

A Bodega Zuccardi atualizou o conceito de foodporn com a segunda entrada servida.

O prato principal finalmente chegou, e era um pouco maior do que apenas um prato: uma tábua com diferentes cortes de carne assados na parrilla, acompanhados de salada verde, chimichurri e pico de gallo. Carne na Argentina dispensa explicações, né? Tudo delicioso e assado à perfeição, obviamente. A harmonização foi de chorar: primeiro chegou o Zuccardi Zeta 2011, um blend potente de Malbec proveniente de La Consulta e de Cabernet Sauvingon dos vinhedos de Gualtallary. Impecável! Como se não bastasse, ainda tivemos o prazer de continuar a refeição com o Zuccardi Piedra Infinita 2014, um vinho 100% Malbec de uma elegância e sutileza impressionantes, que extrapolaram qualquer expectativa que poderíamos ter dos já famosos vinhos de Paraje Altamira.

A ‘pequena’ porção de carnes servida para fechar a refeição.

Acabou, Umami? Não! Ainda falta a sobremesa: Pêra assada no Solería (delicioso vinho fortificado da linha Malamado, produzido com Torrontés), com creme de mascarpone e queijo de cabra, e um crocante de especiarias, que lembra muito o sabor de pão de mel. Tudo, claro, harmonizado com mais Solería, porque ninguém é de ferro. Não trazer para casa uma garrafa deste vinho, aliás, foi um dos nossos maiores arrependimentos. Ele foi um dos fortificados mais interessantes que já experimentamos, de uma cor âmbar sensacional, que puxa para o cobre e para o dourado, com um aroma intenso, textura cremosa e sabores de frutas secas, mel e casca de laranja. Infelizmente, não está à venda no Brasil. Então, por favor, quando forem à Mendoza, levem para casa uma garrafa de Solería. Não vão se arrepender.

A sobremesa, preparada e harmonizada com o fortificado Solería, é a peça final que fecha a refeição com chave de ouro.

Mencionamos que o almoço no Piedra Infinita tem vista para os vinhedos e para a cordilheira? Pois é. Da arquitetura aos vinhos, da refeição à vista, tudo é pensado para nos deixar boquiabertos. É uma experiência sensacional, imperdível, que deixa qualquer um apaixonado.

Vai ter um só dia para visitar o Valle de Uco? Vá até a Zuccardi, definitivamente. Mas, por favor, não vá correndo, não vá com pressa. Tire o dia para aproveitar a experiência sem olhar para o relógio. É uma visita para repetir inúmeras vezes e jamais deixar de se impressionar.

Curtiu?

Veja mais um pouquinho sobre a Bodega Zuccardi Valle de Uco, no terceiro episódio da série Uma Cave por Vez, disponível em nosso canal no Youtube:

Bodega Zuccardi Valle de Uco

  • As visitas com degustação funcionam de quarta a domingo nos seguintes horários: 10h30, 12h30 (também em inglês) e 16h.
  • Os almoços no restaurante Piedra Infinita funcionam de quarta a domingo, das 12h30 às 15hs.

As reservas devem ser feitas pelo email reservas@piedrainfinita.com

+ Informações: www.zuccardiwines.com

 


GOSTOU? Para novidades diárias, nos siga também no Instagram e inscreva-se em nosso canal no Youtube!