Se não aconteceu com você ainda, pode ter certeza de que vai acontecer: mancha de vinho tinto na roupa, no sofá, na toalha de mesa, no tênis branco. O desespero já começa a bater, porque a mancha parece ser eterna. Mas calma, tem saída. É só seguir algumas etapas pacientemente:

1. Assim que o desastre acontecer, use um pano limpo para absorver o máximo de vinho possível. Seja rápido e não esfregue a mancha, apenas pressione o pano sobre a superfície para remover o excesso.

2. Depois de limpar o excesso, molhe toda a mancha de vinho com água fria, para impedir que ela “endureça” e se torne permanente.

3. Com a mancha molhada, cubra-a totalmente com sal, até que você não consiga mais enxergá-la. Você vai perceber que o sal vai começar a ficar rosado ao sugar o vinho. Espere o sal secar e endurecer, e o retire com água quente.

4. Depois disso, lave normalmente, com sabão e água, e a mancha deverá sumir.

Outro truque muito utilizado, mas nem sempre eficaz em todos os tipos de tecidos, é embeber a mancha de vinho em uma mistura de  vinagre e água (uma parte de vinagre branco e duas partes de água) por, pelo menos, uma hora. Se nada disso der certo, o jeito é apelar para o exorcismo mesmo ou assumir a mancha como parte da sua vida.

Remover mancha de vinho pode dar mais dor de cabeça do que o próprio vinho


VEJA TAMBÉM:


GOSTOU? Para novidades diárias, siga-nos também no Instagram e inscreva-se em nosso canal no Youtube, em nosso Podcast (também disponível no Spotify e iTunes) e em nossa rádio no Spotify.